Crianças de escola de robótica criam app para ajudar na comunicação de surdos

Alunos de seis a 11 anos da turma de “Padawans” da escola de robótica Manaós Tech for Kids criaram um aplicativo que tem por finalidade ajudar as pessoas surdas a se comunicarem melhor. O aplicativo foi batizado como “Deaf Translator” que em português significa “tradutor para surdos”. O download é gratuito e está disponível para Android pela Play Store. Clique aqui para baixar.

Ávidas por tecnologia e pensando em ajudar ao próximo, as crianças resolveram criar o aplicativo na intenção de facilitar a comunicação entre pessoas que não sabem a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e entre aquelas com deficiência auditiva, que também não conhecem bem a Língua Portuguesa.

Depois de assistir a um vídeo sobre crianças com deficiência auditiva, os alunos Henrique Ferreira, 10 anos, e João Victor Barreto, 11 anos, tiveram a ideia de criar o aplicativo para auxiliar pessoas surdas na comunicação do dia a dia.

“O professor passou um vídeo na sala de aula no qual vimos que muitas crianças que são surdas não sabiam se comunicar com outras pessoas e também percebemos que elas não conheciam a linguagem de Libras, daí surgiu a ideia e a gente resolveu inventar um aplicativo para poder ajudá-las a se comunicarem”, conta, orgulhoso, Henrique, que quer ser designer de games quando crescer.

Também da turma de “Padawan”, João Victor Barreto, 11 anos, conta que quer ser engenheiro em mecatrônica quando crescer. Ele fala que uma das coisas mais interessante na escola é aprender de uma forma divertida.

“Os professores ensinam de uma forma diferente e as aulas ficam mais divertidas e assim é mais fácil de aprender. Minha mãe e eu procuramos por um bom tempo por uma escola assim e na Manaós Tech eu gosto de tudo, principalmente de desenvolver aplicativos”, conta o pequeno inventor.

Como funciona

O “Deaf Translator” é bem simples e autoexplicativo. Até mesmo aquelas pessoas surdas que não conhecem bem as palavras do português, podem utilizar os emojis (as famosas carinhas “smiles” com várias expressões que estão disponíveis nos aparelhos celulares) como ferramenta de comunicação.

“Para utilizar o aplicativo basta clicar no ícone de escutar ou falar na tela inicial. No botão falar, o usuário clica e fala a mensagem que ele quer transmitir e daí, a mensagem dele aparece em formato de texto na tela. Então, ele mostra isso para que a pessoa surda possa ler. Já no botão escutar, a pessoa com deficiência auditiva pode digitar um texto ou ainda usar os emojis e mostrar o aparelho celular para a pessoa com a qual ela quer se comunicar, para que essa possa ouvir a mensagem que sai em formato de voz. Por exemplo, se a pessoa surda vai ao restaurante e não conhece muito bem o português, ela pode usar os emojis de pizza e de refrigerante e, em seguida, apertar o botão que transforma os emojis em voz para o garçom ouvir”, explica o professor da Manaós Tech Pedro Cabral.

Pequenos gênios

Os alunos da escola Manaós Tech for Kids criaram o aplicativo em apenas três aulas. Esse é o primeiro criado totalmente pelos “Padawans”. Além de robótica e programação, na escola de tecnologia as crianças de seis a 16 anos aprendem a criar games em 2D e 3D, criar aplicativos, editar vídeos para o YouTube, entre outros. A escola está com matrículas abertas para novas turmas e também para a descoberta de pequenos gênios.

“Na escola trabalhamos de maneira multidisciplinar onde as crianças aprendem matemática, física, entre outras áreas aliadas à tecnologia”, reforça o CEO da Manaós Tech, Glauco Aguiar’.

“As pessoas ficaram surpresas quando a gente criou o aplicativo porque somos apenas crianças. Gostei muito da experiência porque foi muito legal criar algo que vai ajudar as outras pessoas!”, conta o aluno João Victor Barreto.

Para mais informações sobre os cursos basta acessar o site da escola: https://www.manaostech.com/matriculas ou pelo telefone (92) 98121-0730 ou ainda nas redes sociais.

Fonte: A Crítica

Já conhece a Audithus? Venha nos visitar!
contato@audithus.com.br
São Caetano: 11 2376-7703
Santo André: 11 2325-3357
São Bernardo: 11 3907-6463
Mauá: 11 4544-2371

0 comments on “Crianças de escola de robótica criam app para ajudar na comunicação de surdos

Comments are closed.